#NB107 – (In)Fidelidade Masculina

No Barquinho abril 22, 2016 24

Fala, discípulo!

Você acredita que homem fiel existe? Você conhece algum? Onde começa o adultério? O que Jesus quis dizer com “se o teu olho te faz pecar, arranca-o”? Descubra o que a Bíblia tem a dizer sobre a (in)fidelidade masculina e o que fazer para ser um homem fiel.

Pedro AngellaThiago Ibrahim e Matheus Soares, diretamente do Mar da Galileia, se reunem No Barquinho, com o amigo e pastor Cacau Marques para discutir um tema extremamente delicado e importante: a (in)fidelidade masculina!

Pra entender melhor o papo do podcast, leia o texto da Daniela Marques – Existe homem fiel?

Duração: 01h26min51s
Episódio: 00h00min39s
Epístolas: 01h03min31s
Homenagem: 01h24min00s

Edição: Thiago Ibrahim
Arte da vitrine: Erik de Oliveira (portfolio)
ZIP: para baixar o podcast zipado, clique aqui.

QUER ADICIONAR O FEED NO SEU AGREGADOR RSS?
Adicione nosso feed: feed.nobarquinho.com

ASSINE O NO BARQUINHO NO ITUNES
http://itunes.apple.com/br/podcast/no-barquinho/

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E MENSAGENS NA GARRAFA
Envie sua epístola para: podcast@nobarquinho.com

Você vai gostar também desses aqui:

  • Lucas Andrade

    Volto mais tarde pra comentarr

  • Felipe Almeida

    Quase…

  • André Lopes

    Eu, como ouvinte fiel, já estou baixando…

  • Eu ia comentar, mas como não fui o desocupado da vez, não vou comentar mais

  • Welber Martins

    Nunca vou ser discípulo desocupado aqui 🙁

  • Mandaram um abraço…

  • Welber Martins

    Triste é que nesses meus 20 congregando ja vi casamentos acabando por negligência da mulher, do marido já dois lados. Pode se falar de vários problemas da igreja brasileira, mas ñ dá para dizer q ela ñ lida com todos os pecados humanos, aí só depende dá própria pessoa reconhecer suas dificuldades.

  • Welber Martins

    Eu tenho medo de me relacionar com meninas que ñ acho elas bonitas e por medo de começar um relacionamento e comecar a sentir atracao por outras, porque parece que quando estou namorando eu me sinto bem mais tentando e parece que isso é geral pelo que tenho conversado com meus amigos desde q namorei a primeira vez.

  • Silvana Oliveira E Silva

    Episódio p-o-l-ê-m-i-c-o. Deus os abençoe pra iniciativa e pela lucidez da abordagem.
    Quanto ao conteúdo discutido, bem…. “Não vi esse filme, não sou capaz de opinar”.

  • Everton Ajisaka

    Excelente podcast, relevante e edificante.

  • Leonina Moreira

    Muito bom o Post, mas fica a pergunta. Onde estava Adão no momento em que a serpente tentou Eva?

    O desejo é algo inerente ao ser humano, mas uns criam estratégias para resistir a ele e outros, não.

    Nos dias atuais, não é fácil para ninguém (homem e mulher) se manter fiel ao seu parceiro, estamos expostos a todo tipo de tentação.

    Infelizmente vejo com tristeza que os homens na sua maioria casam e esquecem deste mandato bíblico: ” maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo
    amou a igreja “. Se o homem soubesse a dimensão desta ordem, teria a melhor esposa do mundo. Pq mulher nenhuma resiste a uma demonstração de amor
    verdadeiro. Carregaríamos até água na pereira.

    • Falamos disso no episódio sobre Homens e o Bananismo. Precisamos cumprir nosso papel!

  • Lais Minelly

    Sempre garantindo boas reflexões e boas risadas! Compartilhando e recomendando para todos os caras. 🙌

  • Lucas Teles

    Episódio sensacional mais uma vez. Esse assunto é bem complicado e deve ser tratado com seriedade e até um pouco de delicadeza. Vocês acertaram na medida.

    Thiago falou tudo que eu queria falar, principalmente no que diz respeito a admirar a beleza. Ver beleza numa mulher não significa ter desejo. Apenas uma constatação da realidade (existe homens bonitos também e definitivamente ver beleza neles não significa sentir desejo). Mas por respeito ao parceiro (no meu caso à minha esposa, evito comentar sobre beleza de outras mulheres).

    Sobre o texto, me senti meio mal pela generalização que a autora fez como se todos os homens tratassem sexo como um instinto quase incontrolável. Há, para alguns homens, um descontrole sim, mas não são todos. O mecanismo sexual de homens e mulheres é diferente mesmo, mas não significa que todos os homens são instintivos (quase animais).

    Outra situação que gostei no texto dela, mas que eu colocaria diferente foi:

    “Fato! Seu instinto primitivo vai impulsioná-lo a:

    1) olhar;

    2) desejar;

    3) possuir.”

    Eu escreveria que isso serve para qualquer situação e não apenas para a área sexual (alguém comentou isso no podcast).

    Tenho certeza que a proposta da autora é ajudar, mesmo que pisando em ovos e errando algumas vezes.

    Um abraço!

  • Gosto de como Jesus trata a questão do pecado demonstrando que começa na nossa mente (Paulo depois demonstra “como nasce o pecado”), e usa o exemplo do adultério. O homem é inclinado pro pecado e por isso que, com o nosso coração “pecador”, o fato de pensarmos, refletirmos sobre aquilo, é como andar na beira do precipício de cometer o pecado. A única forma de vencermos isso é realmente buscar crescer no relacionamento com Deus.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Eduardo Urias

    Muito bom esse episódio. Conteúdos bem abordados. Mas vamos à alguns pontos:
    A infidelidade masculina, infelizmente ainda tem raízes do pensamento machista, que a sociedade alimentava no passado e tantos ainda querem usar em sua defesa. Porém, atualmente essa questão de infidelidade, não se resume mais apenas ao gênero masculino, tendo em vista que as mulheres também estão ganhando “espaço” nesse grupo, infelizmente.
    Ser fiel, para o homem, sempre foi nadar contra a maré, seja pela nossa condição de pecador, seja pela imposição da sociedade. Recentemente, indaguei um amigo, que costuma “pular cerca”, sobre essa questão. O interessante é que ele se mostra extremamente indignado com a infidelidade feminina, mas acha que é “normal do homem” ser infiel. Como se apenas o homem sentisse desejos sexuais.
    Não concordo com a infidelidade. Seja ela masculina ou feminina. Mesmo antes de me converter, eu já abominava a prática, pois sabia que isso afeta de forma destrutiva a outra pessoa. Após minha conversão, reforcei minha posição com um argumento ainda mais sólido, que é justamente desobedecer a Deus com esse ato pecaminoso.
    Deus fez alianças conosco, nas quais ele não quebra, pois é fiel a Ele mesmo. E Sua palavra nos ensina que aquilo que nos comprometemos perante Ele, devemos cumprir. E quando aceitamos nosso cônjuge, estamos fazendo juramento perante Deus, jurando ser fiel até a morte. E também devemos usar esse princípio em relações que ainda não são matrimoniais, tipo namoro e noivado.
    Já sobre os não são casados matrimonialmente, mas vivem juntos, como casados, também deveria haver votos de fidelidades entre eles, embora eu defenda o matrimônio.
    Enfim, para combater a concupiscência da carne, devemos realmente fugir das tentações. Se começa com um olhar, então devemos desviar os olhos. Não devemos testar nossa força, pois somos todos fracos, sem exceção.
    Que Deus nos abençoe.

  • Lourival Gonçalves

    Fiquei de coração apertado no final deste podcast.Orando pela família do grande Alex. ;(

    • Lourival Gonçalves

      Fala @pedroangella:disqus ,consegue pra mim o a música do Jonatas Kerr.Tem como deixar o link aqui?.Pfv.Valeu