#NB104 – Homens e o Bananismo

No Barquinho março 11, 2016 22

Fala, discípulo!

O dia da mulher passou, e agora tudo volta ao normal, certo? ERRADO. Deixe de ser banana, assuma sua responsabilidade e ouça este podcast!

Pedro AngellaThiago Ibrahim e Matheus Soares, diretamente do Mar da Galileia, se reunem No Barquinho, com Chico Gabriel e Thiago André Monteiro (Ábaco de Letraspara descobrir o Bananismo.

O que é bananismo, quem são os homens bananas, quais as responsabilidades ou funções de homem ou mulher, o que temos que aprender e o que temos que fazer?

Alguns textos complementares para o podcast:
– A igreja efeminada
Visão Bíblica sobre masculinidade
Marcas da Masculinidade

Links comentados no podcast:
Estabilidade Financeira antes de casar? (Heber Campos)
Ábaco de Letras: novo site do TAM

Links comentados nas epístolas (sim, elas voltaram!):
Final alternativo da série How I Met Your Mother (#NB102 – TOP 2015)
– Programa Tá No Ar: Musical da Vida Corrompida (#NB103 – Jeitinho Brasileiro)

Duração: 01h45min02s
Epístolas: 01h16min32s

Edição: Pedro Angella
Arte da vitrine: Erik de Oliveira (portfolio)
ZIP: para baixar o podcast zipado, clique aqui.

QUER ADICIONAR O FEED NO SEU AGREGADOR RSS?
Adicione nosso feed: feed.nobarquinho.com

ASSINE O NO BARQUINHO NO ITUNES
http://itunes.apple.com/br/podcast/no-barquinho/

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E MENSAGENS NA GARRAFA
Envie sua epístola para: podcast@nobarquinho.com

  • Davi

    Vamos ouvir primeiro como um bom discípulo desocupado.

  • Luke Cage Bolado

    Vitrine TOP!

  • André Lopes

    Esse Banana de pijamas com esse bigodinho… quem é?

    • Thiago_Ibrahim

      Me lembrou um pouquinho o Raiva de “Divertidamente”.

  • Kamila França

    Animei a ouvir de novo pelo tema! Ebaaa tem o TAM!
    Vamos ouvir depois eu volto…

  • Welber Martins

    Muitos Pastores falam em necessidade de condições econômicas para casar mas ñ fala em condições econômicas geral, ate por isso acho q virei meio um ativista “político”. É se levar a Bíblia literalmente o motivo de casar e só o desejo sexualidade? !…

  • Line Rocha

    Gosto desse assunto, vamos ouvir!!!

  • Fazia tempo que num comentava… Pq fazia tempo que não tinha podcast.. (emoticon do bonequinho fazendo assim com a cara, pq tô com preguiça de achar…)

  • Henrique Pretti

    Muito bom o tema… Que venha Jaqueline com o Contra ponto!!! #voltadelas

    • Thiago_Ibrahim

      Mas o Contraponto não é do Abner?

  • Patrícia Matos Vidal

    Mandei pro boy e ele não entendeu a indireta! Acho que ele so vai entender quando fizer o teste do facebook … kkkkkk / Mto bom o podcast 😀

  • will

    Ahh banana não falta no mundo de hoje… Até para namorar os.moleques de hoje.não tem que usar as técnicas antes usadas por nós, digo que triste será os filhos dessa geração, sem iniciativa, sem foco, sem responsabilidade e o pior para mim, não pensam.

    Eh proibido pensar…
    Grande abraço e espero que tenham curtido o CD ( estações ibmg)

  • Luciano Valério

    Atendendo a pedidos #voltadelas

    Sobre o podcast em si, curti muito, mas vou ouvir novamente antes de comentar de fato.

  • Quinhones Santana

    Ótimo tema, e muito bem discutido e abordado por todos q participou.
    Eu e a Melissa quando casamos com apenas 22 anos de idade, pessoas comentavam assustadas “como assim vcs vão casar? são tão novos.” Apesar de ainda estava no meio da graduação a gente já tinha emprego bons e já tinha dado entrada juntos na compra do nosso Ap.ou seja já tinha o básico para se viver em família, mas nessas horas q as pessoas se acomodam, não quer assumir a responsabilidade d juntos sustentar a casa dividir tarefas, pq na casa dos pais é tudo fácil, não preciso ajudar em quase nada.
    Conheço casais q tem a casa toda mobiliada pronta para morar, e não querem sair da casa dos Pais. Fica postergando Casamento vários anos.

    Mais hj estou a 3 anos casado e estou muito feliz juntos, dificuldades todos passam no inicio até hj passamos mais é um aprendizado a cada dia de casado.

    PS. Antes q a Melissa comente Tem muita coisa a melhorar ainda!! kkk

    Um grande abraço a todos. Vlw!!

    #voltaDelas
    Não ouço mais pra dar uma força kkk

    • Melissa

      Só digo que deve ouvir o Delas, #VoltaDelas!

      Brincadeiras à parte, concordo com o que disse, e o melhorar não é só para os homens, é em conjunto sempre! 🙂

      #XôBananismo 😀

  • Nathan Filipe

    Fala galera! Sou Nathan, tenho 22 anos, sou do Rio e curti demais o podcast. Nas duas últimas semanas este é o terceiro episodio sobre masculinidade cristã que ouvi (este e os outros dois do Achando Graça: #55 – Masculinidade em crise e #41 – Papo de Macho) e com certeza aprendi bastante com o ponto de vista de vocês.
    Concordo totalmente que os meninos tem amadurecido cada vez mais tarde. Hoje em dia não existe uma referência na sociedade de homem macho, viril, como existia antigamente. Os meninos hoje não querem mais ser fortes e machos igual a personagens de filmes de ação, lutadores; os meninos hoje tomam por referência cantores de música pop e sertanejo universitário. Eu também tenho essa preocupação sobre como o mundo vai estar daqui a 10, 20 anos e como vai ser difícil criar meus filhos nesta sociedade cada vez mais feminilizada.
    Quando se fala em casar, muita gente se preocupa diretamente com a condição financeira, porém, mais importante do que isso, é a condição de maturidade em que muitos homens (ou meninos) se encontram na hora de assumir um compromisso com uma mulher. Ainda mais dentro da igreja, onde muitos se apressam em casar por causa dos “afters”, mas na verdade não possui nenhuma maturidade para sustentar um casamento, inclusive maturidade espiritual para edificar a vida da esposa e dos filhos, de ser realmente o cabeça do lar.
    Falando de Efésios 5, muita gente enfoca mais a parte para a mulher se sujeitar ao seu marido, porém, na minha opinião, o dever mais importante e sacrificial é o do homem de amar sua esposa e se entregar por ela, como Cristo amou a igreja. O papel do homem cristão é ser um representante de Cristo dentro do seu lar, amando sua esposa, se entregando por ela, quebrando seu orgulho, proporcionando-a continuamente momentos de felicidade e “santificando e purificando-a com a lavagem da água, pela palavra”. A consequência disso é uma mulher feliz e submissa ao seu lado.

    Parabéns pelo episódio! Fiquem com Deus e manda aí um beijo do Matheus.

    ps: Como disseram que estão precisando de pessoas pra ajudar vocês, gostaria de me dispor, seja com arte, divulgação e etc… Estão precisando de um estagiário? haha

    Abraço!

  • Cecília

    Já conheci alguns bananas, mas a gente só descobre o bananismo depois de conhecer um homem de verdade, e a comparação é inevitável. Só pra ilustrar, uma vez, durante uma chuva torrencial, o banana continuou caminhando embaixo do toldo, enquanto eu fiquei na chuva!! São coisas q parecem pequenas, mas essa me marcou, e o cara ganhou o selo banana de qualidade. Prestem atenção, meninos!
    Beijos e parabéns pelo episódio.

  • Amanda C Andrade Rodrigues

    ​Muito boa discussão meninos!

    Hoje vemos muito a exaltação da mulher independente e o bullying contra a mulher “mulherzinha”. E se temos muitas mulheres super independentes precisamos de muitos bananas para acompanhá-las.

    As mulheres na ânsia de provar que são melhores que os homens carregam suas responsabilidades e as deles, mas o fato é que não precisam provar nada a ninguém!

    Empoderamento feminino não é provar que mulher é melhor que homem, é a busca pela igualdade social e profissional, dentro de nossas diferenças.

    Mulheres, sejam mulheres e deixem os homens serem homens. (homens, não bananas!)

    Claro que se eu me esforçar um pouco (e com técnica apropriada) eu consigo abrir o pote de palmito, mas eu tenho um homem do meu lado… sempre deixo isso com ele.

    Sou Amanda, mulherzinha assumida e até que consigo abrir potes de palmito… meu problema mesmo são garrafas pets.

  • O importante é equilíbrio e reconhecer o seu papel. O homem tem que assumir sua responsabilidade, sim, mas também não pode virar um ditador dentro de casa, tratando o resto da família como servos. Até porque, dizem por ai, que homem que trata a mulher mal é porque não consegue mostrar sua masculinidade em outro lugar… eheheheh

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Yane

    Senhores, confesso que pra mim, tendo vindo de família (por parte de mãe) em que as mulheres comandam e de pai ausente, é bem difícil me colocar nessa posição bíblica da mulher de submissão. Já tenho trabalhado isso na minha cabeça. Não consigo confiar que os homens farão o que é de seu dever pra que eu fique tranquila. Sei que isso é péssimo, mas é a realidade em que cresci e vivo ainda. Gostaria demais de encontrar um homem que cumprisse o seu papel e me deixasse tranquila pra fazer o meu. Na minha realidade isso beira a utopia uheuhehuehue mas é bom saber que existem homens assim. Desejo que no meu caminho encontre um com H pra ser meu parceiro de vida. E que me ajude a compreender como funciona descansar na dependência de um.

    Episódio muito bom. Parabéns pela discussão.

  • Pedro Augusto

    Ótimo episódio, bate aquela bad, por que percebemos que todos somos um pouco bananas, mas dá força para Mudar a situação… Esse povo invejoso que não tem xará e fica fazendo piada… Kkkkkk xará do Pedro

  • Lourival Gonçalves

    Pensei que vocês colocariam com vírgulas sonoras a pregação do Pr. Cláudio Duarte: Homem Banana e mulher abacaxi.Muito bom.
    Gostaria de deixar um dica de leitura.kkkk.