#NB66 – Apócrifos

No Barquinho julho 30, 2014 43

Fala discípulo! PedroThiago e Matheus, diretamente do Mar da Galileia, se reúnem No Barquinho com os amigos Chico Gabriel (À Deriva) e Cacau Marques (Podcast 2em1) para trocar uma ideia sobre os livros chamados apócrifos.

Neste episódio do podcast No Barquinho você vai descobrir algumas curiosidades muito interessantes sobre os livros que não estão na nossa Bíblia e a razão de não estarem lá.

Duração: 1h28min

Baixe a arte da vitrine AQUI
Vitrine por Daniel Sas. Acesse o portfolio do nosso vitrinista!

Links comentados no episódio:
Juntos em 1 #25 – História e formação da Bíblia
No Barquinho #032 – Leitura Bíblica: pra quê?
Irmaos.com #28 – Os originais da Bíblia

Você também pode participar dessa discussão! É só entrar em contato com a gente!

Email: podcast@nobarquinho.com
Twitter: nobarquinho.com/twitter
Facebook: nobarquinho.com/facebook
Google+: nobarquinho.com/g+
Instagram: nobarquinho.com/instagram

Siga também os marujos no Twitter: @PedroAngella@thiagoibrahim e @matheusmsoares

Assine o nosso feed e receba as atualizações num leitor de RSS / aplicativo para smartphone: http://feed.nobarquinho.com Para assinar direto pelo iTunes: http://itunes.apple.com/br/podcast/no-barquinho/id490144590

Você também pode escutar os podcasts através dos agregadores de podcast! Acesse:
Youtuner:  youtuner.co/channel/nobarquinho.com
Podflix: podflix.com.br/beta/nobarquinho

Para ouvir o podcast no PC clique num dos players abaixo ou faça o download do arquivo para ouvir em seu aparelho mp3/mp4 (Para fazer download clique com o botão direito do mouse em “Download” e “Salvar link como”). Se preferir, faça o download da versão zipada AQUI.

  • Tatyane Costa

    Obrigada Twitter! discípula desocupada outra vez!

  • Gabriel Tuller

    Cheguei atrasado! =(

    • Pedro Angella

      Seja Melhor!

  • Názaro de Brito

    2/3 de besta.

  • Igor Jacaúna Martins

    Hahahahaha… Muito criativa a vitrine! Parabéns Daniel Sas!

  • Lucas Andrade

    Baixando!

  • Caio Coisa

    Muito massa.

  • Adryana Diniz

    lembrei de uma coisa que aconteceu na faculdade, durante uma aula de história da arte 2. estávamos estudando o período do renascimento, quando o professor mostra um quadro (esqueci o nome do pintor) e diz que se trata de Judite, um história bíblica. Travei por uns 3 segundos, varrendo no meu hd todos os arquivos da pasta “EBD” e não achei nada. fiquei pensando “quem é essa Judite que nunca ouvi falar?”. ai professor pergunta se alguém conhece bem a história da Judite, pois ele não se lembrava. Minhas amigas, sabendo que sou cristã, olharam pra mim e perguntaram se eu sabia a história. minha resposta foi “cara, isso não tá na minha bíblia não!!!”

  • Lucas Cassemiro

    Mas este episódio é Canônico?

  • Lourival Gonçalves

    voltando das férias.Baixando

  • Lucas

    (o feed não foi atualizado)

    • Pedro Angella

      Estamos sabendo, Lucas :/
      Tentaremos resolver o mais breve possível!

    • No Barquinho

      Feed corrigido!

  • Tattinha

    Já comecei rindo com a vitrine: “Daniel – bonito nome”. Nunca li nenhum apócrifo, mas já li O Código Da Vinci (se vcs tão considerando o livro do Eduardo Spohr, tem que considerar esse também rsrs).

    • Pedro Angella

      Quase me crucificaram quando li “O Código da Vinci” na época! Hehehehe!

  • Marcelo Bittencourt

    Ouvi e curti. Sempre tive algumas dúvidas, estas foram esclarecidas no pod. Li o livro de Enoque e é bem maneiro, lá está escrito que os anjos (ou guardiões) ensinaram aos humanos uma série de coisas: alquimia, astronomia, arte de guerra, arte de se enfeitar (maquiagem ou até tatuagem). É bem interessante até o capítulo 10 mais ou menos, depois é uma viagem que não entendi nada de Deus falando pra ele como os planetas se movem e tal. No fim acaba com o nascimento de Noé que nasceu com olhos que brilhavam e iluminavam a casa. – Dava um ótimo pano de fundo para uma literatura fantástica…

    • Pedro Angella

      … que ficou marcado em Noé, o filme. Hehehehe!
      Valeu pelo comentário! 😉

  • Everton Ajisaka

    Excelente episódio e vitrine espetacular.

  • Jean Correa

    Muito bom episódio! Quem estiver interessado em conhecer mais do assunto, recomendo o livro O Cânon das Escrituras, de F. F. Bruce. Ele aprofunda várias questões levantadas no pod, é bem explicativo e numa linguagem simples.

    Abraços!

  • Yane

    Dois comentários extra tema podcast:

    1 – Quase infartei de felicidade quando ouvi Johnzinho no fim do podcast com WIldfire <3

    2 – Quase infartei de tristeza ouvindo aquele terror chamado lucas lucco e sua música (?) tenebrosa nos beijos do matheus. Nem o Matheus merece isso gente hahahahaha

    Agora sobre o episódio, muito bom vocês falarem sobre os apócrifos! Tenho um livro aqui na lista sobre a formação do cânon da Bíblia. FIquei com mais vontade ainda de ler! o/

    • Pedro Angella

      John Mayer é vida! 😉

      • Yane

        Johnzinho é luz, é raio, é estrela e é luar! É manhã de sol, é meu ia ia e meu io io! kkkkkkkkkk <3

        Quando rolar John já saberei que foi o Pedro hahaha =)

        • Pedro Angella

          As músicas maneiras sou sempre eu quem coloco! Hahahaha!

          • Thiago_Ibrahim

            #PedroPedante. Liga não, @disqus_zqKTokMxYT:disqus…

            • Yane

              hahahahahahahahahahahahahaha

        • #AtaqueDeOportunidade

          Eu já pedi Wando como tema para o beijo do Matheus!!!

          • Yane

            wando é show! hahahahahahahhaa

  • Gabriel Tuller

    Voltei pra comentar sobre o episódio. Muito bom mesmo! Bem dinâmico e informativo. Já tinha lido sobre os apócrifos antes por interesse mesmo, li aqueles mais bizarros que vcs citaram mais pro final sobre apocalipse de Adão, li tb o livro de Melquisedeque, evangelho de Maria Madalena e muitos outros. Uma viagem total!

    Sobre Macabeus, quando eu estava na faculdade de história, fiz uma matéria que era “História do Cristianismo Primitivo” e nessas aulas foi estimulado que lêssemos os livros de Macabeus como fontes históricas, além de utilizarmos como “norte” de estudo o livro “História Eclesiástica”, do Eusébio de Cesareia. Foi muito interessante utilizarmos essas fontes externas juntamente com a bíblia, principalmente o livro de Atos, que é visto como uma fonte histórica muito forte também. Entendi melhor o papel dos primeiros cristãos dentro do âmbito social e político de Roma e tudo mais.

    Tenho um livro que fala sobre a septuaginta também que me auxilia em alguns estudos que faço sobre o assunto. Hoje em dia as narrativas bíblicas são confirmadas como fontes históricas fortes e convincentes, até mais que outras fontes de períodos que não questionamos. Sobre isso, eu fiz uma postagem com um texto do Voddie Baucham no meu blog sobre a bíblia ter sido adulterada e tudo mais. Tá aí o link pra quem se interessar:

    http://gabrieltuller.blogspot.com.br/2010/11/o-novo-testamento-foi-adulterado.html

    Só um adendo sobre o que o cacau falou sobre o manuscrito que fala sobre a esposa de Jesus e tal, já foi refutado também e é um argumento muito fraco. Fica aqui a refutação também:
    http://logosapologetica.com/papiro-fala-esposa-jesus/

    Já escrevi demais, e essa dica é meio “offtopic”, mas quem se interessar por história e tal, procure um debate do filósofo William Lane Craig e o Bart Ehrman sobre a historicidade de Jesus. Tem no youtube legendado ou em texto também.

    Grande abraço! =D

    • Thiago_Ibrahim

      Fala, Tuller! Sabe o que é mais legal de produzir um podcast? É que a gente tá falando pra gente inteligente, gente que contribui com conteúdo. Esse seu comentário é um exemplo disso.

      Vou atrás desse debate do Craig! Valeu pelas dicas.

      Abraço!

      • Gabriel Tuller

        Valeu Thiago! Grande abraço! =)

    • João Lucas dos Santos

      Muito bom…

      Vale lembrar que a argumentação sobre a historicidade de Jesus do livro “Em Guarda”, do Willian Lane Craig, também é muito boa.

      Existe um conjunto de argumentos favoráveis a existência de Jesus escrita por um “descrente” (vejam só vocês):

      http://darwinedeus.blogfolha.uol.com.br/2014/04/23/desculpai-mas-jesus-existiu-epilogo/

      Att,

    • Jogli Martins

      Algo que considero importante comentar sobre a obra O Livro de Melquisedeque, conhecido tbm como a História do Universo, é que não se caracterisa como um apócrifo, mas sim como uma obra que compõe-se de 22 Romances que foram escritos ao longo de 30 anos pelo musico e escritor Diógenes Lopes de Oliveira. Concebidos sob diversos pseudônimos. O Livro de Melquisedeque foi registrado pelo autor , Diógenes Lopes de Oliveira na Fundação Biblioteca Nacional, no Escritório de Direitos Autorais em 02 de Maio de 2.000, sob o numero 199553, na categoria de Romance. Essa informação pode ser conferida através do site da Biblioteca Nacional, no item Consulta ao Acervo EDA. (Link para cocsultar o codigo: http://www.bn.br/portal/index.jsp?plugin=FbnBuscaEDA)

  • rodrigochavesbr

    Que episódio excelente! Muito conhecimento adquirido! O Convidado Cacau Marques (que não conhecia) foi ótimo! Já ouvi duas vezes esse podcast. As piadas no ponto, todos bem nesse podcast. Show de bola!

  • Babalu Soares

    passada!!!!!!!!!!!!! esse ruivinho ate que é fazivel… coloco uma fita larga na boca desse pastor e cavalgo gostoso………… adoooooooooooooro!

  • Baixado e ouvindo…. Em breve voltarei, se nao voltar não estarei de volta kkkk

  • Fala pessoal, muito boa a participação do Cacau, apesar do fato que “pseudoepígrafos” tem acento no pí hehheeh

    Minha opinião sobre os apócrifos é parecida com a de vocês. Pode ter coisas interessantes, mas temos que ler sempre com um “pé atrás”.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

    • Cacau Marques

      Valeu pelo comentário. Só pra justificar, eu não disse “pseudiepígrafos” eu disse “pseudo-epigráficos”, que é uma forma tambem de se referir a esses livros. Aí tem acento no “grá”. 😉

      Abraço

      • Tá desculpado eheheh Todas as vezes entendi sem o “ic”, mas se é assim, então tá beleza.

        Abraço

  • Helbert William

    Perfeito cara, esse podcast ficou muito show mano, parabéns!

  • Muito bom galera… 🙂

  • pablodpaiva

    baixando e indo pra academia, com nb a hora passa voando bom d+

  • Muito bom esse episódio. Sempre ouvi falar muitos sobre os livros que foram tirados da Bíblia por serem apócrifos e a até ja li alguns por pura curiosidade e apesar de algumas “viajadas” que eles dão vale a pena ler cm foi dito no podcast.
    Além dos livros que falaram no podcast, me lembrei de um que chama “Livro dos jubileus” que é considerado apócrifo também e é um livro que conta algumas histórias sobre personagens do livro de Gênesis….
    No Barquinho sempre com ótimo conteúdo para os discípulos rsrsrs
    valeu galera… Abraços!!!!

  • Kéllen Valeska

    Oi, tripulantes 🙂
    No meu pequeno grupo desta semana acabou surgindo este assunto. Não conhecia muito sobre ele, então assim que cheguei em casa já fui logo procurando sobre o assunto e ainda bem que já tinha esse podcast incrível falando sobre o assunto. E ainda com direito a indicação rs Ouvi todos haha
    E pude aprender e ainda dividir um pouco com a galera do PG.
    Ainda bem que podcast fica aqui para sempre rs Guardadinho!

    Abraços!!