#NB56 – Oração: pra quê?

No Barquinho fevereiro 28, 2014 33

Fala, discípulo!

PedroThiago e Matheus, diretamente do Mar da Galileia, se reúnem mais uma vez No Barquinho, junto com Lucas Teles, para uma conversa franca sobre o que entendem sobre a  oração e a sua importância na vida de um seguidor de Cristo.

Em mais um episódio do podcast No Barquinho reflita com a gente sobre o sentido e o conceito da oração. Ah! E não deixe de participar nos comentários com suas opiniões e experiências.

Tempo: 90 min

Arte da Vitrine: Daniel Sas

Links comentados no episódio:

Links comentados nas Epístolas:

POD PESQUISA
Contribua com os Podcasts brasileiros dizendo suas preferências, para que todos possam conhecer a cara do ouvinte brasileiro. A pesquisa é anônima, e leva menos de 10 minutos para ser preenchida! RESPONDA AQUI!

START PARA O DIA
Adquira o seu devocional Start Para o Dia em EBOOK! Só R$9,38! Compre aqui!

Você também pode participar dessa discussão. É só entrar em contato com a gente!

Email: podcast@nobarquinho.com
Twitter: nobarquinho.com/twitter
Facebook: nobarquinho.com/facebook
Google+: nobarquinho.com/g+
Instagram: nobarquinho.com/instagram

Siga também os marujos no Twitter: @PedroAngella@thiagoibrahim e @matheusmsoares

Assine o nosso feed e receba as atualizações num leitor de RSS ou aplicativo para smartphone:

http://feed.nobarquinho.com

Para assinar direto pelo iTunes:
http://itunes.apple.com/br/podcast/no-barquinho/id490144590

Você também pode escutar os podcasts através dos agregadores de podcast! Acesse:
Youtuner:  youtuner.co/channel/nobarquinho.com
Podflix: podflix.com.br/beta/nobarquinho

Para ouvir o podcast no PC clique num dos players abaixo ou faça o download do arquivo para ouvir em seu aparelho mp3/mp4 (Para fazer download clique com o botão direito do mouse em “Download” e “Salvar link como”).

Se preferir, faça o download da versão zipada AQUI.

  • Não assisti robocop.

    • Putz…

    • Thiago_Ibrahim

      Esse Sas… Lamentável.

    • Voltei pra comentar direito. Sempre fiquei com uma pontadinha na cabeça na questão de que, pra quê devemos orar, já que o Papai sabe tudo mesmo antes de pensarmos em falar, e tal. Aí o Thiago falou algo tão simples, mas tão esclarecedor que tive de vir aqui comentar. A oração nada mais é do que uma demonstração de humildade… Como um filho que chega pro pai feliz, querendo contar uma piada pro pai, e este, que já conhecia a piada, a escuta e ri junto com o filho, simplesmente pelo fato de que esse pai ama seu filho. Simples assim.

      • Chico Gabriel

        Fantástica a comparação Silvio!!! Gostei!!!

  • Caio Brant

    Opa! Tava esperando por esse tema, fiquei aqui ~vigiando~… haha
    Ctz que vou curtir ouvir mais um!

  • Tattinha

    Nossa, tão antes da data!

    • Pedro Angella

      Em Fevereiro, excepcionalmente lançamos no dia 28! 😉

      • Tattinha

        Juro que nem tinha me tocado q estamos em fevereiro e não terá dia 30 =P

  • Chico Gabriel

    Para tirar a duvida do Thiago vou passar o conselho que ouvi um pastor dar a um de seus membros sortudos quando fez a pergunta de que se deveria dar ou não o dizimo de um dinheiro ganho na loteria…

    – Meu irmão, você já errou por ter jogado na loteria, não vai querer errar novamente omitindo seu dizimo!!!

    • Felipe Fraga

      Pastor esperto esse.

  • Wellington Ribeiro

    Muito bom cast, parabéns

  • Felipe Fraga

    No principio era o Verbo, e o Verbo era Orar.
    “Ora”, (Será um mensagem subliminar de João?) Vem Senhor Jesus

    Saudações marujos, que o espírito está forte, mas a carne é fraca.

    O podcast como o Thiago bem diz, está ficando cada vez melhor. Esse sobre oração, acredito eu, foi pessoal para muita gente.
    Eu como um bom questionador, andei recentemente me perguntando sobre esse ato de falar com Deus.
    Ao passo que fazendo isso me perguntei, como algumas dúvidas levantadas durante o programa. Exemplo, porquê ir todo mundo para um “culto de oração” se é para todo mundo “apenas” falar com Deus, todavia entendendo sobre a comunhão ela se dissipa.
    Só reforçando um ponto já comentado, Jesus meio que faz uma “pegadinha” conosco, Ele condiciona o perdão de Deus, com o perdão do nosso próximo, uma grande lição.
    Acho que uma pensamento que resumi minha reflexão pessoal, e o pensamento passado neste ultimo NoBarquinho, é que a resposta de Deus à oração é como alguém falando para outro abrir os olhos, nós somos os “cegos” e pedimos para Deus abrir nossos olhos para que possamos enxergar, e Ele fica feliz com isso, mas diz ” Meu Filho, abra os olhos” .
    A quebra de clima com as alfinetadas do Pedro, para manter as rédeas da nau, e o humor foram muito bem colocados.
    Então é isso, já posso ver as a espuma nas laterais do Barco enquanto anda, as águas da vida estão em movimento, até mais pessoal.

    • Felipe Fraga

      Só mais um complemento, até o Thiago está legal no Podcast, o Matheus sempre foi, e o Pedro, está na maioria das vezes, não tem ninguém que fico com raiva enquanto escuto, já ia esquecer de falar do Lucas Teles: ele ora.

  • Lourival Gonçalves

    Baixando!

  • Ribamar Nascimento

    A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.

    Penso que seja mais efetiva pelo justo ser aquele que está mais sincronizado ou tendo mais consciência da vontade de Deus. Quanto mais retos somos, mais alegraremos a Deus e mais eficazes serão nossas orações.

    “O sacrifício dos ímpios é abominável ao Senhor, mas a oração dos retos (justos) é o seu contentamento.” Pv 15:8

    Deus fica feliz quando uma pessoa reta ora pq está de acordo com a vontade dEle.
    Quanto menos retos, mais nossas orações estarão fora da vontade de Deus e menos se realizarão, logo serão menos eficazes.

    • Penso da mesma forma. E quem nos ajudar a orar “retamente” é o Espírito Santo. E claro, só teremos ele junto (forte) conosco se formos “retos”. Dá pra usar Rm 8:26 pra isso 🙂

      • Felipe Fraga

        Tem sentido, quanto mais “sincronizado” com Deus, mas preocupado com as coisas do alto ( Ariba!Aribas!) mais Deus pode usar o camarada.

  • Muito bom o episódio pessoal (não genial, e nem ótimo, para não ser discípulo do Thiago hahaah). Fiquei esperando o momento que fossem falar sobre o Espírito Santo, até que o Matheus salvou a pátria.

    Esse ponto é muito importante, visto que sem o Espírito Santo, não sabemos como orar “inteligentemente”. Ou seja, para conversarmos com Deus, mesmo que seja como uma conversa de amigo (íntimo), precisamos que o Espírito Santo esteja participando dessa conversa, nos instruindo “por onde ir”.

    Outro ponto, comentando sobre os “padrões”, vale citar que só chegamos até Deus através de Cristo. Por isso é usado o “Em Nome de Jesus”. Ele é o nosso intercessor. É uma regra? Não sei, peço ajuda ao BTCast pra responder essa.

    Também é através dEle que podemos falar livremente com Deus, mesmo “em pecado”, anulando a ideia de que até chegarmos naquele momento da oração onde confessamos, Deus não nos escuta (sei que não foi sério, mas só pra clarificarmos a situação). A propósito, não precisamos pedir “perdão” pelos nossos pecados no sentido literal de pedir perdão. Cristo já pagou por nossos pecados e Deus já perdoou. Mas precisamos confessá-los! Sendo assim, o “pedir perdão” para Deus trata de uma confissão representando a nosso submissão ao admitirmos que erramos e nos arrependemos.

    Gostei muito dos “panos quentes” do Pedro, perto do final. Foi muito importante falar. Eu mesmo já vivenciei isso. Eu era o jovem, no caso, querendo revolucionar algumas coisas na igreja. Porém, o que não sabemos quando somos jovens, é que as pessoas mais velhas e mais maduras na fé tem muito mais “chão” (andado) que nós, e eles tem motivos para algumas coisas serem do jeito que são. Claro que, se o que você vê não está contra a palavra. Agora, se há heresia, não podemos aceitar. Uma dica é sempre falar com o responsável do que tu quer criticar ou sugerir melhorias. E claro, sempre orando e pedindo sabedoria para Deus 🙂

    Abração pessoal!
    EddieTheDrummer (PADD)

    Ps: eu uso o Windows 8 e continuo com a mania da posição da Lixeira e do “Computador”.

  • Diego Rubin

    Um livro que li e recomendo sobre o assunto é o “A Oração Muda as Coisas?” do R. C. Sproul(http://www.skoob.com.br/livro/257402). O livro pode baixado gratuitamente (e legalmente) pelo endereço http://www.ministeriofiel.com.br/ebooks/detalhes/70/A_Oracao_Muda_as_Coisas.

  • Fernanda R. Fernandes Piper

    Que tema bom!! gostei muito da participação do Lucas Teles e de como o assunto foi tratado, pois muitos entendem oração como simplesmente “pedição” mas como foi bem colocado, oração é a forma como nós nos comunicamos com Deus, enquanto que, a bíblia é a forma como Deus se comunica conosco.

  • Vinicius Augusto

    Como já disse para o Thiago na gravação do ultimo alertacrucial, Eu fui abençoado com esse pod. Essa é a palavra… Foi providencial para o que eu estava passando no momento… Resolver questões em oração é se entregar e descansar em Deus, cofiando que Ele trabalha em nosso favor. Vocês foram usados por Deus. Achei importante deixar isso registrado aqui. Abraços amigos…. Que Deus os abençoe muito!

  • Talita Silva

    Melhor do que “vans” repetições, “kombis repetições”, só bestas repetições haha

    mas aí vai da montadora do veículo.

    Vamos fazer uma campanha: Thiago Ibrahim no Zorra Total!

    • Pedro Angella

      Nussss!!! 😉

  • Tattinha

    Voltei pra comentar só agora pq o tema era denso e estava esperando um tempo que eu pudesse parar para ouvir com calma. Achei ótimo e me fez lembrar o lendário nº 85 do Irmãos.com, em que o Pastor Paulo Júnior fala rapidamente sobre o tema. Lá, ele diz que o principal motivo para orarmos é para abrir mão do nosso senso de direito, no sentido que paremos de pensar que somos bons e merecemos coisas e passemos a admitir que nada somos e tudo é por meio de graça (ou algo assim, faz tempo que ouvi). Logo, nossa oração é para nos curar da nossa iniquidade, não perdoar os pecados em si.
    P.S.: Acho muita cara de pau do Thiago abrir a boca pra falar do tamanho de alguém!

    • Thiago_Ibrahim

      :'(

  • Oração na nossa caminhada com Cristo é o básico, as vezes quando estamos passando alguns apuros é na oração que encontramos a força necessária pra continuar firmes. Não somente uma ou duas pessoas foram edificadas com esse podcats, mas acredito que todas foram de alguma forma alcançadas.
    que Deus continue abençoando vocês da equipe do No Barquinho, Pedro, Thiago, Matheus e toda a galera que participa as vezes.
    Muito bom!

  • Luciano Valério

    Este certamente é mais um episódio digno de figurar no meu Top Five!

  • Maite Mendes

    Muito bom esse podcast. Acho que foi o melhor No Barquinho que ouvi. Gostei muito do que o Pedro falou no final também. Achei importante!

    • Thiago_Ibrahim

      Oi, Maite! Obrigado. 😉

  • Andressa Rodrigues

    Muito interessante a discussão. Realmente podemos confundir oração com condição para chegar à Deus ou para a sua misericórdia. A graça dEle já se deu para todo aquele que nEle crê e reconhece seu sacrifício por nós na cruz. Claro que não devemos desmerecer a oração, pelo contrário, mas reconhecer qual a finalidade da mesma e a melhor maneira de exercê-la. Que Deus continue abençoando o trabalho de vocês, parabéns!

  • Pingback: #01 Justiceiros | OsCabraCastOsCabraCast()

  • Rodrigo Rodrigues Malheiros

    Em meios aos 43 minutos foi falado sobre ser guiado pelo Espírito Santo. Acho importante frisar isso, porque complementa a palavra de JESUS quando enfatiza que devemos pedir segundo a vontade de Deus. Aí vem a pergunta: como vou saber se é a vontade de Deus? A vontade de Deus é que você ore no Espírito, como está em Ef. 6:18, O modo como devemos orar é NO ESPÍRITO. Abraço.