Comumente

Thiago André Monteiro agosto 2, 2013 1

J.J.

É verdade que a gente mente.

Comumente a gente mente.

Como gente a gente mente.

Até em mente a gente mente.

Como também a gente pode afirmar,

sem medo de errar,

que gente comum mente.

Sempre mente.

Aliás, e como mente!

Comumente.

Conscientemente.

Descaradamente.

Mas serei mais específico, menos comum.

Escolha, como quiser, um dentre os seus queridos entes.

Será que até mesmo ele, escolhido tão convenientemente, mente?

Ouso afirmar que, ainda que gentilmente, ele mente.

Mas como a gente pode cuidar

para que a nossa mente

deixe este padrão comum

de mentir descaradamente?

Só há uma forma consciente

de mudar permanentemente.

Seguir o Ente Supremo.

Aquele que nunca mente.

É verdade que, enquanto a gente for gente,

ainda vai ser gente que mente.

Porém, não mais comumente ou voluntariamente.

Agora será raramente. Equivocadamente.

O segredo? Seguir a Cristo fielmente e entregar-se completamente.

E, como afirmou o apóstolo Paulo,

não se amoldar ao padrão deste mundo,

mas transformar-se pela renovação da mente.

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.2)

S.D.G.

Thiago André Monteiro
(veja mais no Baú de Crônicas)