Equilíbrio

Lucas Teles abril 11, 2013 4

Hoje eu estava conversando com minha esposa sobre uma possível viagem que ela possivelmente fará para o Rio de Janeiro. Conversávamos sobre a possibilidade da sua ida ou não, os prós e contras da viagem, riscos, aprendizado e outras coisas mais. Num momento da conversa ela para e me diz:

_ Acho que não vou, senão você vai ficar um sábado sozinho!

Eu argumentei: _ Meu amor, isso não tem problema… consigo sobreviver.

_Você iria com certeza, né? _ ela diz.

Eu respondo gargalhando: _ Claro. Já tinha até pago o pacote.

Rimos um pouco da situação e estou dando o maior apoio para que ela viaje. Talvez eu vá também. Vai depender do trabalho, se conseguirei folga, etc… Isso me fez pensar em algumas coisinhas que passam despercebidas num relacionamento.

Homens e mulheres são completamente diferentes. Eis aí uma das maiores provas do amor de DEUS para com Adão lá no início e com a humanidade: somos complementares. Mulheres têm virtudes e qualidades que dificilmente encontramos nos homens e nós homens temos atrativos que deixam as mulheres completamente apaixonadas por nós.

DEUS disse que lhe faria para Adão uma mulher que seria sua “auxiliadora idônea” pois não era bom que ele ficasse sozinho. Todos os animais tinham seu par. Para o homem não poderia ser diferente e DEUS pensou nisso de maneira tão maravilhosa, que realizou a primeira cirurgia com anestesia da história da humanidade.

As mulheres nos completam, pois elas são mais emotivas: sou homem e tenho dificuldade em expressar minhas emoções. Minha esposa é a parte emotiva do relacionamento. Nós dois vivemos em equilíbrio por causa dessa saudável e necessária diferença. Existem exceções, mas de modo geral é isso que acontece. As mulheres nos completam, pois sempre têm razão: conversando com um amigo, que já tem mais de 30 anos de casado ele me disse que todas as vezes que ele não “escutou” sua esposa, tudo deu errado. Elas têm um poder quase sobrenatural de sentir ou pressentir quando algo vai dar errado. Citei apenas 2 motivos, poderíamos listar outros mais.

Os homens “encantam” as mulheres por garantir para elas uma segurança que elas não encontram em si próprias. Minha esposa disse-me que a segurança que ela sente ao meu lado é algo impressionante. Que bom! Eu também me sinto seguro com ela. Os homens “encantam” as mulheres pelo autocontrole que temos para situações difíceis. Os homens são mais racionais. (Essa frase vai dar o que falar!)

Tenho aprendido que a demonstração do amor entre os cônjuges é bem diferente. É muito bom pensar nisso e saber que DEUS planejou tudo para que nos completássemos em amor e em Cristo. Conversando com uma amiga ela confessou-me que o seu marido é o seu equilíbrio em tudo. O mesmo acontece com milhões de casais em todo mundo; esse ponto de equilíbrio pode ser exercido por qualquer um dos cônjuges. O importante é DEUS ser o centro do relacionamento.

Portanto, homens, vamos demonstrar nosso amor para nossas esposas, namoradas e noivas da melhor maneira possível, procurando suprir as suas necessidades pessoais. Lembre-se, o que a mulher vai sempre buscar num homem e que muitas das vezes vai determinar o sucesso do relacionamento é a segurança. É bom que as mulheres continuem demonstrando o seu amor e carinho para o seu parceiro através das emoções, das palavras e das atitudes. Lembre-se que nós homens sempre gostamos disso e não vivemos sem vocês!

Para o casal, sempre aconselho a busca pelo equilíbrio. Com equilíbrio a solução dos problemas através do diálogo sempre será facilmente alcançada!

  • Steh

    Que texto lindo e equilibrado! rsrs

    A perfeição de Deus realmente está nos detalhes! Deus te inspire sempre.

  • Entendo perfeitamente seu interesse em discutir as diferenças entre homem e mulher, num relacionamento.
    Antes da argumentação se iniciar, vc usa uma máxima: “Homens e mulheres são completamente diferentes” e encaminha apontando o tal “equilíbrio” necessário para a saúde do casal.

    Porém, quero apenas indicar que, mesmo com exemplos e “testemunhos” de outros casais, o desenho de um padrão me parece muito superficial. Da forma como vc expôs, homens e mulheres beiram o caricato.
    Não me parece interessante “sintetizar” mulheres e homens em esteriótipos do tipo: razão x emoção, venus x marte, entre outras possíveis comparações, relações.

    Compreendo que vc parta da sua experiência, como um cara casado, para analisar o comportamento geral, mas seria interessante se não resumisse tanto algumas questões profundas em padrões ou esteriótipos.
    Para ficar em apenas um exemplo, em certa altura vc afirma: “Os homens “encantam” as mulheres pelo autocontrole que temos para situações difíceis.”
    Você percebe que parte de uma afirmação “masculina” e pessoal sobre o pq das mulheres serem “encantandas” por homens, quando da conquista?!
    Não seria melhor investigar outras variáveis e propor um outro olhar.

    Lucas, em grande medida a sua intenção com o texto foi alcançada (tratar do “equilíbrio”) e alguns comentários te incentivam a continuar. Este aqui também, apesar da crítica pontual.

    • Lucas Teles

      Mano, entendo o seu ponto de vista e acho que você está certíssimo.
      No entanto, procuro escrever de forma resumir da melhor forma (no meu ponto de vista) o relacionamento entre homens e mulheres.
      A sua crítica é sim um incentivo, você sabe do GRANDE respeito que tenho por você e suas ideias!