O vírus e os zumbis gospel

Thiago Ibrahim janeiro 9, 2013 4

Teologia da prosperidade, triunfalismo, esquemas de corrupção, maracutaia  líderes gananciosos, excesso de misticismo, mandingas supersticiosas,  G-12, novas unções, moveres sobrenaturais, idolatria, hereges e falsos profetas etc.

Acredito que você tem acompanhado as bizarrices produzidas dentro do evangelicalismo brasileiro e quantidade de erros com os quais nos deparamos todos os dias dentro das nossas igrejas. Quero crer também que você, meu caro leitor, tem visto com pesar tudo isso, pois somos cristãos convencidos pelo Espírito Santo a respeito do propósito da igreja e, tenho certeza, que assim como eu, você também já deve estar cansado de ver esse propósito ser deturpado por homens que encontraram na fé um meio de fazer dinheiro.

Eles se dizem ungidos de Deus e aparentam trazer uma mensagem do altíssimo diretamente para o coração daqueles que os ouvem. Esses homens se aproveitam da carência educacional das pessoas e, como vírus, se instalaram num lugar de destaque dentro da igreja brasileira, para conseguir seu sustento enquanto matam aos poucos o organismo no qual se hospedaram.

O organismo em que esses homens se instalaram é composto em sua maioria por pessoas que sofrem algum tipo de carência. Muito espertos, eles descobriram que agindo em cima dessa carência fica muito fácil dominar o corpo hospedeiro. Assim, desenvolveram várias formas de contaminar os crentes, que agora vivem pra lá e pra cá como se fossem zumbis.

O principal sintoma apresentado pelo crente portador desse vírus é a falta de capacidade em discernir o que é de Deus e o que não é. Esse vírus provocou na igreja uma síndrome de acefalia tamanha que seus membros não são mais capazes de questionar. Aceita-se tudo o que se diz e prega, sem ao menos analisar à luz das Escrituras o que está sendo falado; dessa forma a Igreja se torna um campo fértil para aproveitadores que fazem uso de técnicas de manipulação de massas usando o povo como fantoche a seu bel prazer. A estratégia de manipulação todos já conhecemos: o cada vez maior número de modinhas, que têm como objetivo manter o povo entretido.

A grande vantagem desses vírus é que eles têm muita facilidade de mutação, pois quando não existe carência educacional, aproveitam-se da ganância de seus hospedeiros para prometerem mundos e fundos, criando crentes viciados que vivem atrás de sucesso e conquistas, da mesma forma como os zumbis vivem em busca de miolos.

Combatendo esse mal

Esse é o momento dos verdadeiros cristãos, salvos por Jesus Cristo, mostrarem que estão revoltados com todos as bizarrices do nosso cotidiano evangélico. Não podemos aceitar com parcimônia que isso aconteça. Precisamos nos posicionar. Temos a obrigação de, através da Palavra e com a intercessão, combater esses vírus instalados na Igreja brasileira.

E você conhece algum zumbi-gospel? Como você tem agido quando encontra uma pessoa que foi contaminada por esse vírus? Na sua roda de amigos você costuma se posicionar contra tudo isso que estamos assistindo? Seja um a gente de descontaminação. Prontifique-se a proclamar o verdadeiro evangelho dentro da comunidade em que você congrega?

Que o Senhor da Obra traga para si agentes de combate aos vírus que se instalaram em nosso meio e faça com que a Igreja volte a caminhar em direção a Cristo e sua cruz.

“Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias.” Martinho Lutero

L.R.

  • Sou professor da EBD de minha igreja e já percebir o quanto muitos estão desprovidos da palavra de Deus e tornam aqueles que a “tem” como ídolos e mediadores,e infelizmente muitos se tornam altivo por isso(triste ilusão.muitas vezes agradeci o reconheciento,mas sempre mostrtei para eles a importância ,de uma certa forma, a independencia na palavra,ou seja ,da busca particular do aprendizado,não questionando a interdisciplinaridade,jamais,pois sou professor e isso é importante.
    Tudo começa ai,com a falta de conhecimento,pois a falta dele provoca uma inércia com relação a manipulação,ou seja sem reação. (Os 4:6).Esses Fariseus modernos e inescrupulosos que arrebatam a muitos para o inferno a exemplo de Himeneu e Fileto que a Bíblia Diz: “E a palavra desses roerá como gangrena”
    2 Timóteo 2:17.Parabéns pelo artigo.A solução para este viírus ,a Bíblia.

  • Luciano Coelho Alves

    Tenho aversão e corro pra longe deste movimento “zumbificador-da-alma”, toda esta pavonice religiosa, todo esse evento marketeiro do evangelho que está, justamente, afetando o Evangelho que está se dissolvendo e se tornando o “evangelho-da-auto-afirmação”

  • mesmo caindo no comum ,foi um bom texto Thiago agora vou ler pra ver se mudo de idéia …

  • Alrizete Martins

    Triste realidade nos qual o mundo se encontra hoje em dia!